Atualizações e Novo Servidor para a Arisa

Na fase atual do desenvolvimento da Arisa acabaram ocorrendo alguns atrasos devido à problemas que não haviam sido previstos. Estes problemas acabaram me levando à uma fase de testes que consumiu alguns dias de trabalho, com o objetivo de detectar estas novas falhas, que antes não existiam.

Após vários testes e milhares de linhas de debug acrescidas no código fonte dos programas da Arisa, acabei constatando que os problemas não eram de implementação, mas sim de conexão. O servidor do DAS/UFSC que serve como firewall começou a barrar conexão da Arisa com o Twitter e GTalk, e isso acabou inviabilizando o funcionamento dos programas que compõem a Arisa, pelo menos em relação à interface com o usuário.

Uma vez detectado o problema, decidi colocar a Arisa em um notebook, velho e quebrado fisicamente, que estava encostado aqui em casa. Montei um servidor dedicado com acesso externo para que fosse possível a utilização de todos os recursos necessários para o funcionamento da Arisa. Dessa forma, a partir de hoje, a Arisa-chan passou a funcionar não mais no servidor web do GSIGMA, mas em um servidor dedicado aqui em casa.

Infelizmente foram horas gastas para um problema imprevisto e que acabou acarretando um atraso de aproximadamente uma semana no desenvolvimento do protótipo final. Assim, para não haver atraso na escrita da Tese, irei continuar a implementação paralelamente à escrita da Tese a partir da próxima semana. Uma carga maior de trabalho é esperada pela frente.

Porém, não houve apenas trabalho perdido, pois trabalhei paralelamente na modelagem e estruturação do Gerenciador de Assistentes Pessoais (GAP), que se caracteriza como o núcleo central do assistente pessoal. Foi terminada a estrutura da base de dados para o armazenamento da base de conhecimento dos assistentes e foi iniciado o desenvolvimento de uma interface web para gerenciar essas informações. O próximo passo do desenvolvimento será o gerenciamento dos comportamentos a serem acrescidos no assistente pessoal e o módulo de execução desses comportamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *